sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Letras mais letras, talvez um verso



Eu olho as horas fingindo não olhá-las
Eu passo mais tempo pensando em ti do que em mim
Falo de amor, mas palavras não posso trocá-las
Se pudesse, no lugar delas colocarei o fim.

Lágrimas por minha face rolam
E no fundo a decepção toma seu lugar
Dando a certeza que um amor sempre vai
E às vezes, nunca pode retornar.

Encaro de fato, não a solidão
Solidão é pra quem quer
Procuro formas de me ocupar
Somente para de todo sofrimento me livrar.

Ninguém nasceu pra sofrer
Ainda há alguém esperando por mim
Creio. A esperança nunca pode acabar
Você verá, ainda acharei alguém para amor compartilhar.



-


Meio irônico dizer, mas esse negócio todo de desamor tem me dado uma baita criatividade.
Por um lado é bom, aprendi que chorar não é fraqueza, é existência de sentimento.
Quem não chora por um amor perdido é porque nunca o amou.



Sou chorona mesmo, mas o desamor não tem mais me ferido. O tempo é mesmo o Senhor da razão, e a cada dia que passa mais feliz eu fico por ter perdido um 'amor'. Aprendi demais, muito mesmo. Aprendi que devo me empenhar mais, ser mais eu, e sorrir só quando eu sentir vontade de sorrir. Não devo correr atrás de ninguém, não vou me reprimir por alguém, não vou me privar de nada.


Quero alguém pra completar, não para podar minha vida.
Quando é amor de verdade, a gente não perde. O que na verdade creio que não foi.
Mas da mesma forma foi bom. Boas lembranças, apenas lembranças eu quero.
Deus me prepara algo melhor pra esse 2010. Pra mim e para todos.


Acho que a cada dia que passa tenho me apaixonado mais e mais por ti Senhor. Só tu me amará eternamente. Só tu me deste a vida.




E um P.S. bem contentíssimo.
Quero agradecer aos comentários, a presença de vocês e desejar que sejam Bem-Vindos os novos seguidores. Sim, eu andei reparando que os números de seguidores aumentaram, e estou muito feliz com isso. Sempre, ? Saber que o que eu escrevo para livrar-me das palavras contidas em meu peito agradam à vocês e que vocês sempre voltam para lê-las, me deixa mais que feliz.
Obrigada pelo carinho.
E vou ficando por aqui.


Ótimo dia à todos.
Meu beijo.
Fiquem com Deus.

7 comentários:

  1. versos mais versos...talvez uma obra prima *-*
    aah existe lan house no fim do mundo do noroeste do nordeste do sul do norte do sudoeste de yracy em pernambuco....então como o tempo é curto pq o dinheiro tbm é curto...venho essencialmente agradeceer a msg d fim d ano.
    dizer que desejo felicidade
    sucesso
    amor e tdo mais d bom.
    e que em 2010 continuemos nossas trocas de informações, sentimentos, diversões e afins.
    um ótimo fds. e feliz dia da MEGALIQUIDAÇÃO e da cueca com bolso . . .pra melhor conforto do dinheiro e do usuário neh . . . .

    ResponderExcluir
  2. haha num sei quem é mais burro
    o blogger q faz isso ou o orkut q nao sabe contar.

    ResponderExcluir
  3. liiindos os teus versos.
    e concordo com isso de que desamor traz inspiração.
    acho que poeta tem alma que acha saudavel sofrer, pra ganhar o que espera depois.


    liiindo mesmo :*

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o post,
    gostei da frase dentre tantas "quero alguem para completar , não para podar minha vida."
    Parabens pelo teu blog.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  5. Blog delicado, criativo e com argumento próprio feminino. Parabéns, te sigo!

    ResponderExcluir
  6. sabe que se tem algo bom em tudo isso é a inspiração...

    ResponderExcluir

Faça um comentário, se houver um. Caso ao contrário, se apenas gostou do texto, ou o leu e não há nada a declarar, clique nas opções acima (Eu li/E gostei).
Saiba que não precisa obter conta no Google para comentar, você pode deixar seu comentário como anônimo. Preferindo se identificar, deixe seu e-mail ou algo assim. Os comentários de postagens recentes passam primeiro pela minha aprovação, não o postarei de você quiser deixá-lo oculto.

Pratique a leitura.

Translate