quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Desabafo de um desamor

Poderia dizer que tudo se foi. As palavras voaram, - elas sempre voam, somente ficam pra sempre em folhas, folhas de papel - as que você disse ao pé de meu ouvido, essas se foram.. Se foram pra nunca mais voltar? Acho que sim, não te quero mais aqui.
Pra mim é assim: um fim é pra sempre. Já viu pessoas simplesmente apagar um fim de um livro e começar a escrever uma continuação? Não. Numa saga sempre há um fim definitivo.
Pra que tentar fingir que curtiu tudo o que passou? Na verdade, lá no comecinho, eu via você sorrir, não vejo mais. O sorriso se foi, o olhar se perdeu, foi parar ali, aqui, mas nos meus não pousam mais. As mãos não acariciam mais, elas apenas seguram, apertam, ofendem, machucam. Já foi. Dói demais, mas tudo o que já doeu em mim por outros amores, não dói mais. Aposto que com o seu será o mesmo, não irá doer mais tarde como dói agora.
Posso sorrir pro passado, meus passados, você não os teve, eles não eram seus...
Perdoe-me, nunca quis ofender por eu nunca ter sido completamente tua. Sinto muito, por tudo. Posso tentar fantasias, mas no fundo eu sei que a culpa disso tudo ter acontecido foi minha. Se não fosse pelo meu medo de amar, me entregar de corpo e alma - principalmente de alma, o que mais me bloqueei em fazer - eu teria curtido cada momento, e teria na lembrança cada momento feliz. Retrai o amor somente pra mim, escondi, fingi não existir, e enquanto o tempo passava para nós, - desgastando o amor pra você, e crescendo em mim - acabou. Acabou tão rápido pra mim, e tão tarde pra você. O amor cresce quando há volta; há tempos que dizem isso à mim, mas nunca cheguei a acreditar. Mas é verdade! O amor é cultivável, ele cresce. Na verdade, nunca estaciona. Ele apenas é momentâneo, digamos assim: Dói o desamor por um tempo, mas depois não dói mais; amamos enquanto somos amados, mas depois que não vemos volta, e a arte de fantasiar não basta mais, então ele acaba. Sentimos amor quando lembramos da pessoa, sofremos quando não a vemos. Mas não senti isto por ele, então não o amei. Vá saber o que é amar... Há daqueles que tem seu jeito, amam de uma forma, outros de outra.
O problema todo é do tempo, - ou melhor, boa parte o perdemos chorando por alguém. Quantas pessoas choram por alguém agora? Umas cem?!, o mundo é tão extenso...
E pra que chorar? Elas estão vivas, só não são pra você. O problema seria se elas estivessem mortas, ficaria a dor da saudade da pessoa em que vivíamos e víamos ali presente. É dolorido ver quem não conseguimos um dia fazer feliz, não sendo feliz com outro alguém, ou pior: se mortas, felizes só se for no céu. Mas isso não é ironia ou sarcasmo, isso é real. Fazes feliz quem está ao teu lado hoje, porque amanhã só a Deus pertence. Se não estás ao lado de quem queres, ou este alguém não lhe faz feliz... Então insista em prosseguir, dê um basta. Doer?! Dói agora. Eis a dor do que o desamor.





Se você não ama, não iluda, não machuque. Isso dói demais.




O que eu queria dizer - blá blá blá - é que nem sempre é o fim, às vezes sofremos por alguém que não nos amou, mas no fundo o pessimismo fala mais alto e nos faz cair à deriva. Achamos que tudo é o fim, que não virá alguém melhor, etc e tal. Mas vem, sempre vem. E ficarei aqui esperando o meu certo alguém.


Texto antigão! Postei somente hoje. O achei em meio aos rascunhos.


Meu beijo queridos
Fiquem com Deus

12 comentários:

  1. "o tempo passava para nós, - desgastando o amor pra você, e crescendo em mim - acabou."

    Me lembrou uma música: "Tire esse azedume do meu peito e com respeito trate minha dor se hoje por vc eu sofro tanto tens no meu pranto a certeza de um amor..."

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Texto brilhante! Adorei...se não existe mais amor...não há por que continuar;


    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto *-*
    ficou muitoo bom mesmo.

    bjus =*

    ResponderExcluir
  4. Doer dói sempre, às vezes até nos machucamos. Elas servem para crescimento, apenas isso.
    Lindo.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. do desamor renasce a força que havia sido esquecida no fundo, ao pensarmos que o tal era amor e poderia nos proteger de tudo.
    da força a busca retorna, e o que é para nós, encontramos.

    estás cada dia melhor.
    beijo grande.

    ResponderExcluir
  6. Esqueça se ele não te ama, Esqueça se ele não te quer ♪

    Apesar do baque no primeiro momento e de achar que o mundo acabou, temos uma nova chance, pessoas melhores para conhecer e uma vida maravilhosa para aproveitar, basta saber fazer a escolha certa! Beijo

    ResponderExcluir
  7. "Dói o desamor por um tempo, mas depois não dói mais; "

    como se a dor não tivesse mais efeito, como se o corpo tivesse se acostumado...dói no começo, mas não como antes...a mente cria uma defesa, a defesa de saber que mais tarde irá passar!


    ;)

    adorei
    =*

    ResponderExcluir
  8. O mundo não acaba junto com um relacionamento *-*

    ResponderExcluir
  9. ooi
    ér, eu perdi o meu orkut, então quer dizer q perdi meu blog tbm.
    segue o meu novo blog?
    http://tudogirl-byamanda.blogspot.com/
    porfavor, é mto importante pra min!
    agora vou ter q divulgar tudo de novo! :/

    bjs :*

    ResponderExcluir
  10. Eu também tenho medo de entregar minha alma, entendo bem o texto, parece que foi feito por mim de tanto que os sentimentos correspondem! rs


    Beeijos!

    ResponderExcluir

Faça um comentário, se houver um. Caso ao contrário, se apenas gostou do texto, ou o leu e não há nada a declarar, clique nas opções acima (Eu li/E gostei).
Saiba que não precisa obter conta no Google para comentar, você pode deixar seu comentário como anônimo. Preferindo se identificar, deixe seu e-mail ou algo assim. Os comentários de postagens recentes passam primeiro pela minha aprovação, não o postarei de você quiser deixá-lo oculto.

Pratique a leitura.

Translate