segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Solidão

Estar só é a oportunidade de encontrar-se dentro de si isoladamente de ideias exteriores; é ver a si mesmo com os próprios olhos. E sentir-se bem com a solidão é dar-se bem com o acha no intimo.
Se o que há neste não agrada, provoca a sensação de ser de todo vazio, a solidão aperta, dói e a depressão faz do ser morada. A recusa de ser o que vê.
Mas, na verdade, nenhum individuo pode se sentir só com a abundância de sites de relacionamentos disponíveis à quem usufrui de internet. E a sala de visita da casa é trocada pelo quarto, onde possui outra sala, só que virtual, as chamadas salas de bate-papo.
Com as adaptações e os aperfeiçoamentos, hoje é possível a utilização de web cams, e o amigo que antes era virtual, passa a ganhar cor, rosto, movimento e até voz.
Solidão não é o termo adequado para estas pessoas, porque de fato não estão sós. Se lêem um livro, nele há um personagem ou apenas o autor que fala. Ninguém fica desacompanhado na presença de um livro ou até mesmo de uma música; sempre há alguém que canta, alguém que narra; uma alma por trás de tudo.
O ser humano modifica o ambiente em que vive, o transforma, deixa um traço de si nele. E todo e qualquer outro ser que entra em contato com este novo universo, nunca estará só.
Solidão é ignorar qualquer outro exercício, dedicando-se ao próprio reconhecimento de si.


[Gabriela Marques]

10 comentários:

  1. Se perder em meio a leitura é meu vício eterno...
    Realmente, um livro nunca nos deixa só...
    Belo texto!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. A solidão tem várias formas e todas elas nos maltrata, não sou de falar bem da solidão, eu não gosto dela e o contato pessoal e físico não supera contatos virtuais. A solidão permanece mesmo nas salas de papo.

    saudade de voce, de vir aqui..
    voce está bem?
    cheiro!

    ResponderExcluir
  3. O humano sempre precisa de algum outro. Pois a solidão é necessária até descobrir o que te falta completar.

    ResponderExcluir
  4. Hoje em dia, creio eu, as pessoas não estão solitárias, estão perdidas mesmo. E isso é um problema sério, seríssimo. =/

    Um abraço, menina.
    Saudade de você e do seu bloguinho.

    ResponderExcluir
  5. Acho que hoje em dia nunca conseguimos ficar completamente sozinhos, portanto, talvez nunca sejamos capazes de nos reconhecer, assim mesmo, individualmente, sozinhos.
    Hoje é tudo muito conjunto, muito junto. E me pergunto se é bom ou não.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Como uma boa bebida, os efeitos da solidão dependem da dose, dependem do organismo. Tanto pode acalmar a alma, solucionar um problema e provocar uma epifania, quanto pode corroer a alma e o espirito, tornando o individuo armagurado e depressivo.

    até a próxima,

    ResponderExcluir
  7. Ninguém vive sozinho. Ninguém nunca está sozinho. Mas mesmo assim, ainda dá um aperto no peito quando sentimos a solidão nos invadir pouco a pouco. Me sinto à tanto tempo assim... Nem com o blog eu deixo de sentir isso.
    E hoje eu vim aqui no intuito de dizer, que mesmo na ausência, estou presente aqui. E também lhe dizer que sinto saudade, do nosso "relacionamento" um tanto quanto estranho. rs Essa amizade entre textos que nos faz parecer tanto. Depois que deletei o orkut, não mais obtive notícias suas. Por isso vim saber como vão as coisas, Gabi. Qualquer meio que possamos nos falar com mais frequência, será muito bem aproveitado.

    Espero que tudo esteja correndo como nos conformes. E quando precisar estarei aqui, mesmo nessa ausência constante. Mas estou.
    Um grande beijo, querida. E bom final de semana :)

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Experimentei a solidão com mais de 50 anos.Foi uma experiência , diria, o reverso de estar perdidamente apaixonado.Desconectar, desligar,off,...depois, viver!

    Texto muito interessante.

    ResponderExcluir
  9. Deveria constar esta definição de solidão no dicionário, de tão exata!

    ResponderExcluir

Faça um comentário, se houver um. Caso ao contrário, se apenas gostou do texto, ou o leu e não há nada a declarar, clique nas opções acima (Eu li/E gostei).
Saiba que não precisa obter conta no Google para comentar, você pode deixar seu comentário como anônimo. Preferindo se identificar, deixe seu e-mail ou algo assim. Os comentários de postagens recentes passam primeiro pela minha aprovação, não o postarei de você quiser deixá-lo oculto.

Pratique a leitura.

Translate