quarta-feira, 15 de maio de 2013

A menina e a dor

Dorme, flor
Que a dor se vai
se esvai pela fechadura
enquanto a candura de teus olhos
o sono lhe traz.

Dorme, flor
que a vida passa logo
durma antes que no epílogo 
[a gente se arrependa de ter se preocupado demais.

Dorme, flor, descansa
Pois tu és pequena, 
és criança e não merece esta dor, esta sina,
mesmo sendo esta a forma que a vida nos ensina.

Tira de teu peito esta amargura, menina
que a paz não tarda a chegar

Dorme, flor
distrai essa mente
fique serena e se acalente
que a dor vai passar.


Gabriela Omena
14/05/2013


3 comentários:

  1. Adormecer na dor,lembrar que é preciso um tempo de paz, que os sonhos se tornem reais ao acordar.

    ResponderExcluir
  2. Bom é saber que a dor se vai.

    ResponderExcluir
  3. Sempre vai, Dani. Vai, mas deixa marcas. Por isso, o ideal é que aprendamos com ela, porque de nada vale ter sentido tanto e não ter tirado dela lição alguma. Beijo enorme!

    ResponderExcluir

Faça um comentário, se houver um. Caso ao contrário, se apenas gostou do texto, ou o leu e não há nada a declarar, clique nas opções acima (Eu li/E gostei).
Saiba que não precisa obter conta no Google para comentar, você pode deixar seu comentário como anônimo. Preferindo se identificar, deixe seu e-mail ou algo assim. Os comentários de postagens recentes passam primeiro pela minha aprovação, não o postarei de você quiser deixá-lo oculto.

Pratique a leitura.

Translate