segunda-feira, 14 de junho de 2010

...

Eu queria chorar, deixar tudo isso de mim sair... Quem sabe se eu aumentar o volume dessa música fúnebre? Quem sabe se eu deixar essa bobagem de orgulho de lado?
É muito amor próprio que eu carrego comigo.

Te vi chorar, mas não sorri de prazer em vê-lo sofrer por mim; sorri pois contente, tu não és como eu - insensível, sem amor, coração. Pois que chore para que eu lhe inveje um pouco mais...
Chore... deixe sua alma expulsar aquilo que há em ti, aquilo que a minha resisti em contê-la pra si.
Alma ignorante a minha, deveria dividir um pouco do sofrimento com meus olhos. Aqueles que agora insistem em não deixar tais lágrimas escapar.
O choro é a limpeza do ser, creio eu, é a viagem dos iludidos, é o acalentar dos sem-saída, o desespero dos aflitos.
E quando o choro cessar, é porque tudo se ajustou.
Porque quando tudo está mal, decaímos aos prantos... e quando há emoção, felicidade, acabamos chorando também...
O chorar é o meu prazer. Pois nascemos chorando.
Nascemos fazendo o que nunca deixaremos de fazer:
Chorar.

Uma lágrima seguida de outra, um aperto no peito, um vazio na alma, e depois quando acabam-se as lágrimas, tudo cessa; a respiração se acalma ao compasso do coração. E então reina a paz, concedida do prazer de ter botado tudo que lhe afligia para fora.

Eis que agora o quero, mas ele não vem. Resiste em vir.


6 comentários:

  1. Muitas vezes queremos chorar, precisamos chorar, mas o choro nao vem, e fica tudo guardado dentro de nós. Isso é ruim pra caramba, acaba conosco!
    ;)
    Muito lindo o texto! Ta escrevendo bem pra caraba heim!
    Saudadeee
    Bjoo

    ResponderExcluir
  2. O choro é espontâneo. Ele vem quando a gente menos espera. Esperar por ele é como esperar o amor que nunca vem. Quando for a hora, ele virá!

    Desculpa a ausência, Gabi. Estava fazendo as últimas provas da faculdade, mas agora estou de volta querendo ler-te sempre :)
    Um beijo, querida.

    ResponderExcluir
  3. muito legal o texto, Gabi!

    xD

    hum... eu sempre sou a favor da livre expressão [desde que respeite o espaço do outro]...

    expressar-se pra mim, é o mesmo que existir na realidade compartilhada.

    Chorar é antes de tudo uma forma de expressar a nós mesmos o que sentimos... ainda que outros também possam interpretar tal manifestação...

    é como eu penso.

    ResponderExcluir
  4. Gabi, às vezes eu acho mesmo que nasci em uma época errada, assim como você.
    Eu sou bem assim, orgulhosa. E esse orgulho me impede de fazer muita coisa. Me impede de me abrir.
    Não é algo bom, mais o que há de se fazer?

    ResponderExcluir
  5. Tenho chovido bastante nesses dias.Mas é sempre purificador para a alma.Sempre!

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindo!Chorar é mesmo um alivio e uma forma boa de desabafar,e ser insensível,acho que não existe pessoa que resita á ser assim até o final,vai ter uma hora em que seu coração irá se derreter por alguma coisa,e essa hora vai perceber que amar e sofrer por amor não é tãaao ruim,e que até valerá á pena tudo isso de sofrer por amor,quando encontrar um verdadeiro!;)

    Bjs!

    ResponderExcluir

Faça um comentário, se houver um. Caso ao contrário, se apenas gostou do texto, ou o leu e não há nada a declarar, clique nas opções acima (Eu li/E gostei).
Saiba que não precisa obter conta no Google para comentar, você pode deixar seu comentário como anônimo. Preferindo se identificar, deixe seu e-mail ou algo assim. Os comentários de postagens recentes passam primeiro pela minha aprovação, não o postarei de você quiser deixá-lo oculto.

Pratique a leitura.

Translate